25 outubro 2010

Até Logo...

Até Logo !

A lua estava no céu,
e eu não estava sozinho
pude perceber que os meus passos
eram preenchidos pelo eco
de outros passos, companheiros
cheios de vida, que seguiam
os últimos passos, já destinados
a partirem, sem deixar rastros
no mesmo chão,apenas dentro,
apenas dentro de nossas memórias
que inalteradas permaneceriam
e concretas seriam, como sorrisos,
sorrisos, conquistados ao passar dos dias
que foram curtos, porém eternos.

Em um novo vivenciar, pude perceber
que cada canto possue um novo ar
quando a companhia te faz lembrar
que naquele lugar, o teu sorriso foi maior
do que na descoberta anterior, vivenciar
o que somente por linhas sabiamos,
amizade, que atravessou a distância
e se tornou mais do que real
quando o abraço foi moldado
além do sorriso e das palavras

A esse encontro eu saúdo,
A amizade


Magno Pinheiro


Dedico essas linhas aos amigos : Zum e Déborah

3 comentários:

Aline Almeida disse...

lindo demais!
me emocionei (de novo)

Chris disse...

eu tbm me emocionei...de verdade! tenho a certeza de que uma parte (bem grande) do teu coração esteve, estava e está ali. magnânimo!

Déborah disse...

O "eco" dessa viagem repercutirá eternamente na minha alma por meio das experiências e aprendizados incontestáveis de vida. Sou grata a vc e a Aline por terem feito parte da construção desse eco.