03 dezembro 2007

Sorrisos Quebrados

Sorrisos Quebrados


Sorrisos quebrados
fotos sem vida,
reflexos sem movimentos
perfume sem desejo

O mundo em seu eixo insano
em voltas e voltas
a vida que deixa o tempo para trás
a cada segundo que deixou de existir

Eu tentei matar as lembranças
tentei te matar...em mim
um dia após o outro
o desejo estava aqui
no meu peito ainda sinto...o calor

Dos afagos que jamais serão dados
dos carinhos, só resta o vazio...
um sopro sem vida

Tempestade de sonhos
lágrimas de saudade
desejo sem perfume...

Tentei te matar...em mim
mas os sonhos...ah! os sonhos
ainda existem
em inverso vivos
em versos vivos

Um aperto no coração...


Magno Pinheiro & Chris F.

3 comentários:

Juliane disse...

Esse poema me passou uma certa nostalgia... Lindo, lindo, lindo!!! Os 2 completaram muito bem o poema. Parabéns!!! Beijos!

Chris disse...

Que lindo! Tô emocionada! "buá"! =] Mas ficou bacaninha né? Bjo "parceiro"!

JESSICA NATASHA disse...

humm...er...pq em tudo vc coloca a palavra "matar" no meio?
que perseguiçao xD

Gostei tiooo... boa parceria ^^