05 abril 2007

A Flor

A Flor


Quando a flor exala
pela primeira vez o seu perfume,
ela não se preocupa
em qual coração tocará primeiro

Não se preocupa
em que dia ou estação desabrochará primeiro
Não se preocupa se é dia ou noite,
Nem se é janeiro ou fevereiro

Ela apenas o é,
sem mais preocupações,
temores ou resistências

Ela apenas o é
uma flor,
para nós dois ou para mil

Uma flor que floresce em nosso peito
e que perfuma a nossa vida
flor que não é roubada,
muito menos vendida
e que só nasce em um campo
que foi arado em nossas investidas
que são puras e descontraídas :
o coração juvenil


Magno Pinheiro

5 comentários:

Dinhão disse...

Fico bom esse mano!!!
gostei...meio chabi mais gostei!!!
HAHAHAHAHA
abração mano é nóis!!!

Verfox disse...

parabens
vc cada vez ta melhor com suas poesias
mais deve ta apaixonado neh
ahhau zueira
flws

Denise disse...

Bom, mais uma vez quero te parabenizar e dizer que a cada dia vc se supera..

Chris disse...

Não pq era uma flor qq mas pq 'senti' perfume de rosas vermelhas! =) Gosteiiiiii mto! Quase sinestésico! Beijosss!

Catharina disse...

Muito bom =D

não que eu entenda de poesias...na verdade só leio as suas e as que me mandam ler na escola...mas eu acho as suas muito bonitas =DDD

ah...se o Darth Vader escrevesse eu acho que eu lia...=DDD

\o/ yeahhh \o/