06 abril 2006

Sono pesado

Sono Pesado


Acordando de um sono pesado
Embalado pelo perdedor
Sofrimento exacerbado
Uma forma de amor

Vagarosas melodias
Ecoam pelo ar
Sonolento é o destino
De quem se prontifica a amar

Mentes destruídas
Pela retorcida escravidão
De um sonho sem fim
Sem começo, sem perdão

Misterioso é o afago
De quem não conhece o refrão
Repita em sua mente :
O seu fim é a solidão.


Magno Pinheiro

6 comentários:

Dinhão disse...

NOSSA FICOU DO ¨%&##&¨#
GOSTEI!!!BOM!!!FODA!!!
ABRAÇO MERMÃO!

Joanna disse...

Adorei...
lembrou um pouco o que to passando ultimamente, em aspecto do coração.
Muito bom!
Te amadoro!
beijão da jojoca ou joelha!
heheheh

MeDiNa disse...

Ohhhhhh
jah eh poetero aHushauhsaUH

Daniela disse...

Tá podendo, risos.
Outra vez conseguiu chamar atenção de forma simples!maravilhoso.
Beijos, Danie.

Tia Ju disse...

O seu fim é a solidão?????
Nossa q forte!!!!!!
Adorei!!!!!!!!!

Bjs

leomiau disse...

putzzzzzzzz

minino apaixonadooo

heuseuahsuheuahseuazzzzzzzzz

ta inspirado heim...

pow fico massa msm veiiooo!!!

abraçao