13 abril 2006

Uma Carta com um fim...

Uma Carta com um fim


À minha doce charada
que fez com que eu serrasse meus olhos
me entregando a miséria dos fatos,
a verdade sem destino
um frívolo engano

...

Destino tuas palavras
ao seu enterro, ao seu próprio fim
como uma lâmina sem fio
cega , doentia...

...

Servistes apenas ao teu gosto
sabor amargo que dilacera sua lingua
e dilata meu peito
com um grito sem eco
agonia...maldita agonia

...

Ferve no teu peito o desespero,
mais uma canção de ninar
sufocada pela sua ignorância
discrepância admirada pelo eterno sonhador

...

Agora chore , apenas chore....
chore a chuva,
que molhará o seu jardim
sem vida e repulsivo
apenas chore ...
e esqueça...
de mim....



Magno Pinheiro

5 comentários:

Dinhão disse...

De boa!!!
muito bom!!!fudido..foda!!!

abraço brother!!!

Joanna disse...

nossa...
forte!
hehehee
beijão!

Larissa disse...

caramba amor..... muito bonito....gostei bjão

Tia Ju disse...

Realmente é Uma carta com um fim pq vc coloca um ponto final na relaçao!!!!!!!
Gostei mt!!!!!!!
Vc escreveu com o S2!!!!!!
E isso é mt inspirador!!!!!
Continue firme e forte q estarei sempre por aki tb!!!!

Bjs

Mortalmente Lúcida disse...

A carta poderia nom ter um fim, se o amor dado tivesse a mesma correspondência, ou uma melhor... mas nem sempre é assim =/
E a gente vai escrevendo várias cartas com seus vários fins, até que, um dia, a gente repara que não teve que escrever nehuma carta... ou nem repara!!
Adorei!! Muito bom...
Bjaum ^^