20 dezembro 2006

Um suspiro, um encanto

Um suspiro, um encanto



Encanto,
Ah encanto !
um turbilhão de fantasias visuais
invadem o meu segredo, o meu mundo

Encanto,
Ah encanto !
aquele que sutilmente rouba de meu peito
o sopro da vida, que me faz suspirar pelo seu gracejo !

Encanto,
Ah encanto !
Divino encanto, um pedaço do paraíso
que diante de meus olhos hoje encontro !

Encanto,
Ah encanto !
a ti hoje me inclino e imploro
me abrace,
me encante,
e me ame uma vez mais

Encanto,
Ah encanto !
seja meu sereno,
meu sereno encanto,
seja meu sereno...
seja meu encanto...

meu encanto...


Magno Pinheiro

5 comentários:

Dinhão disse...

Encantador^^ HAHAHAHAH
ta d+
abração mano!!!
é nóis!!!

Cathy disse...

yay!

mtu bom magno parabens ;D

mas eu ainda axo q eh falando sobre a TV...

hummmm...

vlw ;D

Rodrigo disse...

Nostalgia talvez?

Fabíola disse...

Oie
Magno perdi vários poemas.
Espero não deixar de ler e de comentar nenhum deles.
Estão todos bem escritos, bem feitos, adoro seus poemas.
Parabéns.
Beijo ;*

Chris disse...

Encanto...encantou!Mais "profundidade"? Talvez, mas ainda assim encanta...Beijo! =)