07 maio 2006

Aproveite

Aproveite


Ao eterno e apaixonado amante
que sonha em ter sua alma
de volta em seu peito
não fique triste...
nem me peça
tamanha tarefa
que será juntar
os pedaços de sua caixa
em formato de coração

aproveite os teus momentos de liberdade
e se despeça de suas memórias
que não lhe trarão mais dúvidas,
nem o sofrimento que foi a sua
única e verdadeira companheira
durante sua depreciada estadia

aproveite tua vida
que não será mais vítima
da partilha do seu coração
com aqueles que forjaram
correntes com tua carne e ossos
e se embebedaram com o teu doce sangue,
vinho tinto que transborda de tuas nobres veias
e encharcam o teu corpo de solitárias esperanças

Aproveite o solene encanto da perda
que vive a cada suspiro,
prolongados momentos que se esvaem
como uma canção sem refrão
apática aos ouvidos
daqueles que renegam a disfonia
de suas palavras

E agora criança,
que tuas chances nunca foram aproveitadas,
que tuas lágrimas sempre foram mais salgadas
que o extenso mar de preocupações
que te afoga impiedosamente,
seja levada as profundezas do adeus
pronunciado pelo túmulo carnudo
que repousa em sua face
empobrecida pela sua vida
e imersa em sua amada solidão.

Magno Pinheiro

Um comentário:

MeDiNa disse...

uhuhuhuhuhu
poetero xD

faiz um livro aUHAUHA